{% comment %}Default{% endcomment %}

Corte químico: por que acontece e como recuperar esses fios

Compartilhar
Corte químico: por que acontece e como recuperar esses fios

Como o próprio nome diz, o corte químico é uma quebra severa dos fios que acontece como consequência de procedimentos capilares químicos.

Fios frágeis, sem brilho, ásperos, quebradiços e com a cor desbotando rapidamente são sinais de alerta e que podem indicar que o seu cabelo está perto de sofrer um corte químico.

Ele pode ser desesperador para quem o sofre, mas há várias formas de evitá-lo e também de recuperar os fios que passaram por este dano. Então, se você está passando por isso, fique tranquila(o) e vamos cuidar deste cabelo! 

Por que o corte químico acontece?

O corte químico é uma consequência de agressões sofridas pelos fios, que pode ser resultado de: luzes feitas com cabelos fragilizados por outro processo químico, alisamentos em excesso, intervalos curtos entre procedimentos químicos e erros no uso dos produtos - como excesso de aplicação, tempo de pausa, força do alisante e incompatibilidade química.

Esta última - a incompatibilidade química entre um procedimento e outro - é uma das principais causas do corte químico. Por exemplo, se você fizer um relaxamento à base com dióxido de sódio e depois aplicar um produto com amônia, por exemplo, a incompatibilidade desses dois componentes levará o rompimento da fibra capilar.

E é preciso ficar atenta(o), pois nem sempre o corte químico é visível na aplicação da química. Pode ser que os fios comecem a quebrar alguns dias após o procedimento.

Características do cabelo com corte químico

Há algumas características que podem nos alertar de que o cabelo está sofrendo um corte químico, como:

  • O cabelo fica poroso, com aspecto opaco e áspero;
  • Os fios ficam elásticos, com o efeito emborrachado. Ao puxar o fio, ele estica e quando solto, não volta ao normal;
  • Os fios quebram com facilidade, como se estivessem desmanchando;
  • As pontas duplas aparecem, juntamente com as triplas e até quádruplas e também podem surgir pontos brancos;
  • Se o procedimento for feito na raiz pode ocorrer queda de cabelo;
  • Se o cabelo estiver tingido, a cor desbota mais rápido e com mais facilidade.

    Como prevenir o corte químico

    A melhor maneira de evitar o corte químico é realizando testes de mechas antes de realizar o procedimento químico desejado em todo o cabelo.

    Dessa maneira é possível observar a forma que seus fios reagem a química e se seus cabelos estão prontos para o procedimento que você deseja realizar.

    Para realizar esse “teste” é bem simples:

    1. Separe uma mecha de cabelo próxima a nuca - caso ocorra algum efeito indesejado, há como esconder essa parte do cabelo;
    2. Aplique o produto que irá realizar o procedimento na mecha e espere por 45 minutos, para que dê tempo dele agir;
    3. Lave e seque a mecha como de costume para ver a reação dos fios;
    4. Se a mecha testada apresentar algumas das características que citamos, é melhor aguardar e não realizar o procedimento.

      Também é importante sempre saber o tipo de química que já existe no seu cabelo e a data em que ela foi feita. Não tenha vergonha de perguntar ao cabelereiro, pois este histórico capilar é importante na hora de realizar novos procedimentos no cabelo e evitar o corte químico.

      Como recuperar a saúde dos fios após o corte químico? 

      mulher tratando fios que sofreram corte químico

      Sabemos que passar por um corte químico não é nada fácil e o processo para a recuperação dos fios também não, mas queremos te tranquilizar: é possível conquistar fios lindos mesmo após o corte químico e temos algumas dicas para isso.

      Tenha uma rotina de cuidados capilares

      Mais que nunca, os fios necessitam de tratamento. Quem sofreu corte químico precisa investir em cuidados relacionados à hidratação, nutrição e reconstrução dos fios. A melhor forma de fazer isso é planejar um cronograma capilar com produtos que visem a saúde do cabelo.

      Temos um conteúdo bem legal falando sobre máscaras para as diferentes etapas do cronograma capilar.

      Além disso, a umectação capilar também é recomendada para nutrir os fios danificados. Ela é um tratamento que repõe os nutrientes dos fios através de óleos vegetais, trazendo hidratação, nutrição e brilho ao cabelo. Essa reposição é essencial para fortificar os fios e torná-los saudáveis novamente.

      Esse processo consiste em dar um “banho” com o óleo vegetal nos fios, do comprimento até as pontas. Nós temos um conteúdo que te explica o passo a passo de como fazê-la.

      Cortes constantes

      Cortar constantemente, mesmo que só as pontinhas pode ajudar a aliviar o aspecto dos fios danificados e quebradiços.

      Além disso, cortar os fios, nem que sejam dois dedinhos, deixa o cabelo menos pesado para o couro cabeludo, reduzindo a queda e estimulando a recuperação.

      Shampoo sem sulfatos

      Os sulfatos retiram a proteção dos fios, o que pode piorar ainda mais o estado em que eles se encontram, aumentando o ressecamento e fragilidade. O ideal é substituir o shampoo convencional por um shampoo saudável - que além de não conter sulfatos, preza pela saúde dos seus fios.

      Fique longe das químicas

      Sabemos que para algumas pessoas, ficar sem alisamentos e colorações pode ser um problema. Mas se você sofreu um corte químico, é preciso dar um tempo.

      É recomendado ficar bem longe dos procedimentos químicos, pois eles só tornam os cabelos mais sensíveis e fragilizados, piorando a situação.

      Não existe um tempo de espera pré-definido, já que o tempo de recuperação muda de cabelo para cabelo. Busque orientação de um profissional sobre o seu caso.

      Secador e modeladores térmicos também devem estar afastados

      O secador, chapinha e babyliss também devem ser mantidos bem longes, pois o contato do calor destas ferramentas com seus fios podem torná-los ainda mais fragilizados.

      O ideal é cuidar do cabelo de forma o mais natural possível. Se o uso de secador e modelador for essencial para você, não esqueça de usar um finalizador com proteção térmica.

      Use um finalizador para cabelo

      Os finalizadores devem ser usados sempre, pois eles criam uma camada no fio que protege o cabelo da exposição de à agressores externos como o sol e a poluição, que danificam os fios, fazendo com que eles percam água e nutrientes.

      Se dê um tempo

      Sabemos que ninguém deseja passar por essa situação, mas dê um tempo para si - e para os seus fios. Trate-os bem, de forma saudável e fique tranquila, logo eles voltarão a forma saudável que deseja.

      Então, você poderá voltar a realizar os procedimentos químicos que deseja, com a segurança e cuidado que eles merecem.

      Vale dizer que, com ou sem química, é importante cuidar dos fios de forma saudável, fazendo escolhas por produtos conscientes e mais naturais, para que os fios não sejam agredidos para além do alisamento e coloração.

      E o cuidado com o cabelo também é de dentro para fora. Tomar água e manter uma dieta equilibrada ajuda na recuperação dos fios. Aproveite este momento e conheça alguns alimentos que fazem bem para os cabelos.

      Cabelo ressecado: como recuperar esses fios?

      Cabelo ressecado: como recuperar esses fios?

      A oleosidade no cabelo é a vilã dos fios?

      A oleosidade no cabelo é a vilã dos fios?

      Empty content. Please select article to preview

      Personalize seu Tratamento

      {% comment %}Default{% endcomment %} {% comment %}Default{% endcomment %}