Umectação capilar: saiba tudo sobre esse tratamento de nutrição

Compartilhar
Umectação capilar: saiba tudo sobre esse tratamento de nutrição

Você já ouviu falar de umectação capilar?

Essa técnica é muito falada no mundo capilar, pois é capaz de repor os nutrientes dos fios, dar brilho, hidratação prolongada e redução de frizz.

Usando óleos vegetais para realizar uma reposição lipídica nos fios, a umectação capilar é ideal para aqueles momentos em que os cabelos estão ressecados, opacos e sem vida.

Ficou interessada(o)? Então vamos lá, pois neste conteúdo vamos te contar tudo sobre este tratamento: benefícios, como escolher o melhor óleo vegetal, como fazer a aplicação e qual a melhor técnica de umectação para o seu cabelo. Confira!

Índice do conteúdo

O que é umectação capilar?
Benefícios da umectação capilar
Como escolher o melhor óleo para umectação capilar?
Como fazer umectação capilar? Quantas vezes devo umectar o cabelo?
Dica Bônus: como retirar o óleo dos fios com o método UCPE
Agora é sua hora de testar a umectação capilar!

O que é umectação capilar?

A umectação capilar - também conhecida como nutrição capilar - é um procedimento que tem como objetivo devolver os nutrientes e a oleosidade natural dos fios, perdidos pela exposição diária a fatores externos como sol, poluição, uso de secador, chapinha ou procedimentos químicos.

Diferente da hidratação, a umectação é feita com base em óleos vegetais. Basicamente, você “banha” seus fios com os óleos da sua preferência. Isso faz com que o seu cabelo absorva os nutrientes fornecidos pelos óleos, deixando-os hidratados, fortes e com um brilho incrível.

É um tratamento de nutrição para todos os tipos de cabelo, mas é feito principalmente por quem tem cabelo cacheado, crespo ou em transição capilar, pois estes fios têm mais tendência ao ressecamento por sua curvatura, que impede que a oleosidade natural do couro cabeludo alcance o comprimento e pontas.

Mas isso não impede que lisas e onduladas também se beneficiem da tratamento A umectação capilar é indicada para tratar e recuperar fios ressecados, independente da curvatura. O que muda é a técnica de aplicação e o espaçamento entre umectações.

Benefícios da umectação capilar

A umectação capilar só traz benefícios para os seus cabelos, pois é feita com óleos 100% vegetais. Isso significa que você pode ficar tranquila(o) quanto aos efeitos, pois serão positivos e não oferecerão perigo à saúde capilar, pois são ingredientes naturais.

Além disso, a técnica tem custo baixo e proporciona um efeito incrível! Os óleos vegetais utilizados para fazer a umectação tem um valor acessível, por isso você consegue ter aquele “efeito de salão” gastando pouco. E o melhor, deixando os cabelos saudáveis.

Olha só tudo que a umectação capilar pode trazer aos fios:

  • Diminuição da quebra;
  • Redução do frizz, diminuindo o atrito entre os fios;
  • Combate o ressecamento e a porosidade;
  • Proporciona brilho;
  • Fortalece a fibra capilar;
  • Deixa o cabelo mais macio e com toque suave.

Como escolher o melhor óleo para umectação capilar? 

mulher pingando óleo para umectação capilar sobre a mão

Existem diversos óleos vegetais com ativos capazes de trazer benefícios incríveis para o cabelo. A escolha depende das necessidades dos seus fios no momento da umectação.

É importante ficar atenta(o) em alguns pontos ao escolher o óleo que você usará para fazer a umectação capilar.

  • Se o óleo é 100% vegetal;
  • Se é puro ou extravirgem.

Alguns exemplos de óleos vegetais muito utilizados para umectação capilar:

  • Óleo de coco: rico em vitaminas K e E, ácidos graxos e ferro, nutrientes que promovem uma nutrição profunda na fibra capilar;
  • Óleo de abacate: contém vitaminas A, B, D e E, proteínas, aminoácidos e ácido fólico, nutrientes importantes para tratar cabelos ressecados e quebradiços, reparando os danos, nutrindo e fortificando;
  • Óleo de amêndoa: rico em vitaminas E, B1, B2, B5, B6, pró-vitamina A e substâncias minerais, hidrata e nutre profundamente;
  • Óleo de manga: é bem levinho, nutre os fios sem pesar. Indicado para umectação de cabelos lisos que não estejam tão ressecados. É rico em vitamina A e do complexo B, auxiliando no crescimento e fortalecimento dos fios.
  • Óleo de oliva: proporciona fortalecimento, hidratação e toque aveludado sem deixar o cabelo oleoso ou pesado. Rico em antioxidantes, evita o envelhecimento precoce da fibra capilar.

Separamos os melhores óleos para umectação aqui neste post. 

Como fazer umectação capilar? 

 A umectação capilar é um tratamento bem simples, você pode fazê-lo em casa.

Existem algumas técnicas:

  • Umectação capilar tradicional;
  • Umectação noturna;
  • Umectação quente;
  • Umectação reversa.

Fique tranquila(o), pois vamos mostrar o passo a passo de cada uma destas técnicas e para quem elas são indicadas. Vamos lá?

Umectação capilar tradicional

Essa é a técnica clássica, em que o óleo age por um período de 2 horas nos fios. É indicada para tratar cabelo ressecado de diferentes curvaturas, inclusive os lisos que estão danificados por causa de química.

É bem fácil de fazer e não é necessário lavar o cabelo antes do procedimento. Veja o passo-a-passo:

  1. Divida seu cabelo em partes iguais para facilitar a aplicação;
  2. Aplique o óleo no comprimento até as pontas, garantindo que os fios estejam cobertos pelo produto. Evite a raiz, principalmente se você tem cabelo liso, oleoso e misto;
  3. Deixe o óleo agir no cabelo por no mínimo duas horas;
  4. Lave os fios com shampoo para retirar todo o óleo. Evite o uso de shampoos antirresíduos e dê preferência a shampoos livres de sulfatos;
  5. Finalize como de costume. 

Umectação noturna

Já imaginou tratar seus cabelos enquanto dorme? Parece um sonho - literalmente, né? Isso é possível com a umectação noturna!

A grande diferença entre a umectação “tradicional” e a umectação noturna é o tempo que você deixa os óleos agindo nos cabelos. Enquanto na tradicional você pode deixar apenas duas horas, na noturna você deve dormir com os óleos no cabelo. 

Após aplicar o óleo no cabelo, faça um coque e envolva o cabelo com uma toalha ou touca de banho (que não seja térmica). O importante é evitar o contato dos fios com o travesseiro. Então é só dormir seu sono da beleza. Ao acordar, lave os fios e finalize como de costume.

Vale lembrar que a umectação noturna é um tratamento de nutrição intenso, por isso, é bom não abusar. Ela é ótima para cabelos ressecados, cacheados e crespos e nestes casos, pode até ser feita uma vez por semana. Para outros tipos de cabelo, o tratamento deve ser mais espaçado, de acordo com as necessidades dos fios.

Umectação quente

Uma outra forma de fazer a umectação capilar é aquecer levemente o óleo vegetal antes de aplicá-lo nos fios. O aquecimento faz com que o óleo nutra melhor a fibra capilar e que suas propriedades ajam mais rapidamente, por isso é indicada para cabelos que estejam bem ressecados e sem brilho.

O óleo pode ser aquecido no fogão ou micro-ondas, mas é preciso ter cuidado com a temperatura. Se estiver quente demais pode queimar o fio e danificá-lo ainda mais. Olha só como se faz:

  1. No micro-ondas: coloque o óleo vegetal escolhido em um recipiente e vá esquentando aos poucos, verificando a temperatura de 10 em 10 segundos. A temperatura ideal é entre o morno e levemente quente. No fogão: esquente em banho maria, retirando antes da fervura;
  2. Com o cabelo seco, divida-o em mechas;
  3. Comece a aplicar o óleo aquecido mecha a mecha, da raiz para as pontas, massageando e cobrindo todo o fio;
  4. Deixe o óleo agir nos fios por 40 minutos;
  5. Lave os fios com shampoo para retirar todo o óleo. Evite o uso de shampoos antirresíduos e dê preferência a shampoos livres de sulfatos;
  6. Finalize como de costume.

Umectação reversa

Como você percebeu, as técnicas de umectação capilar que mostramos até agora são feitas com o cabelo seco e sujo - somente no final do processo é que se faz a lavagem.

Na umectação reversa acontece o contrário - você lava o cabelo antes do processo e um novo produto entra em cena junto com o óleo: a máscara hidratante.

Ela é indicada para cabelos muito ressecados ou com porosidade baixa, opacos e quebradiços. Enquanto a máscara de hidratação repõe a água perdida pelos fios, o óleo entra nutrindo as áreas mais danificadas. é bem simples de fazer, olha só:

  1. Lave o cabelo com o seu shampoo de costume. Dê preferência para fórmulas sem sulfato e aplique somente na raiz;
  2. Retire o excesso de água com uma toalha e com os fios limpos e úmidos, divida o cabelo em mechas;
  3. Aplique a máscara de hidratação mecha a mecha, massageando e enluvando todo o comprimento dos fios;
  4. Com o cabelo ainda dividido em mechas, aplique o óleo vegetal apenas nas áreas mais danificadas ou ressecadas. A quantidade depende da necessidade dos fios.
  5. Deixe a mistura agir por 30 minutos. Após esse tempo, basta enxaguar bem com água fria ou morna. Não aplique shampoo novamente.
  6. Finalize como de costume.

Quantas vezes devo umectar o cabelo?

De modo geral, a umectação capilar pode ser feita a cada 10 dias. Para as cacheadas e crespas, que tem uma tendência maior ao ressecamento, o tratamento pode ser feito uma vez por semana, assim como para lisas ou pessoas com cabelos mistos/oleosos, ela deve ser mais espaçada.

Mas não é uma regra, ok? Vale sentir a necessidade do seu cabelo. Uma boa maneira de organizar essa rotina de cuidados é montar um cronograma capilar. Afinal de contas, nem só de umectação vive o cabelo né? Tratamentos como hidratação e reconstrução também são importantes para a saúde capilar.

Dica Bônus: como retirar o óleo dos fios com o método UCPE

Existem pessoas que fazem a umectação capilar e tem dificuldade de retirar o óleo dos fios, ou ainda, quem queira adotar o tratamento, mas tem medo do cabelo ficar pesado ou oleoso por não conseguir remover o óleo completamente.

Se este é o seu caso, aí vai uma dica de ouro: use o método UCPE, sigla para “umectar, condicionar, pausar e enxaguar”. Olha só como funciona o passo a passo:

  1. Umectar: é o passo a passo que descrevemos na umectação capilar tradicional. Aplicar o óleo vegetal nos cabelos secos e deixar agir por 2 horas;
  2. Condicionar: é o diferencial desta técnica. Antes de enxaguar os fios e com o cabelo ainda em mechas, aplique um condicionador;
  3. Pausar: É o tempo que o condicionador precisa para agir. Faça uma pausa de aproximadamente 20 a 30 minutos;
  4. Enxaguar: é o último passo do processo. Enxágue com bastante água, preferencialmente fria, removendo todos os produtos do fio. Você perceberá que o condicionador ajudará a remover o óleo do cabelo mais facilmente.

Agora é sua hora de testar a umectação capilar! 

Agora que você já sabe tudo sobre umectação, que tal testá-la? 

Basta escolher um óleo e seguir um dos passo a passo que citamos logo acima. Se fizer a umectação noturna, aproveite sua noite de sono para cuidar de você e dos seus fios de forma natural e incrível! Pronta(o) para acordar com os cabelos ainda mais lindos? 

Aproveite e veja nosso conteúdo sobre reposição lipídica para entender melhor como a umectação é importante para a saúde dos cabelos!

Cabelo depois do câncer: como tratar fios finos e ralos

Cabelo depois do câncer: como tratar fios finos e ralos

Tipos de coque e como fazer cada um deles!

Tipos de coque e como fazer cada um deles!

Empty content. Please select article to preview

Personalize seu Tratamento