A cultura do erro na JustForYou

Compartilhar
A cultura do erro na JustForYou

O que acontece quando tiramos de nossos colaboradores o peso da perfeição? A cultura do erro!

Ambiente favorável.

Aqui na JustForYou os resultados são cada vez mais positivos. Prezamos por um ambiente de trabalho colaborativo, onde encorajamos as novas ideias a passearem livremente pelos corredores. O maior desafio que pode ser encontrado nesse modelo é a baixa manifestação das pessoas em arrecadações de novas ideias.

Isso pode sim ocorrer, e não pela falta de criatividade, mas sim pelo medo de errar. Como conseguimos evitar esse medo por aqui? Dando asas! Verdade. Não é raro escutar nossos gestores dizendo: "aqui você pode voar".

Fale sem medo.

Isso nos remete ao tempo da escola, quando tínhamos uma dúvida, mas o medo de falar algo errado nos impedia de levantar a voz. E daí surgiu a necessidade de incentivarmos a cultura do erro.

Com incentivo e, principalmente, espaço, a cultura do erro floresce - e essa angústia de falhar some. Não é mágica, mas um aprendizado. Um ecossistema que se cria.

Valorização do aprendizado

Com essa estratégia em mente criamos uma mentalidade comum de que; está tudo bem errar. Aqui frisamos e admitimos nossos erros. Ao invés de olhar da perspectiva de “isso não pode acontecer”, evitamos o sentimento de medo criado em cima do fracasso falando “o que aprendemos com isso?”.

Uma frase que marca todo o movimento de startups é “Erre rápido, aprenda rápido”. O significado é simples: quanto mais você errar, mais acertos terá, e em menor tempo. É uma aceleração do aprendizado a partir do erro. Pense assim, se alguém te diz “essa tinta está fresca”, a chance de você esquecer essa informação é bem maior do que se você sem querer se sujar. O erro ensina.

Museu do fracasso

Em um ambiente empresarial convencional costuma-se prezar pela perfeição.

O trabalho seguro com resultados otimizados, mas se nos prendermos a métodos conhecidos nunca teremos um resultado extraordinário. E não é nem preciso dizer, mas o erro é parte fundamental da inovação.

Com isso em mente o psicólogo Samuel West reuniu grandes falhas de marcas famosas como a lasanha da Colgate, Coca-cola II e outros produtos que nunca ouvimos falar por não terem dado certo no mercado. O motivo? Incentivar pequenos empresários e inovadores provando que grandes ideias não surgem do sucesso imediato, mas sim de tentativas que foram se aperfeiçoando.

Essas marcas não são lembradas pelas vezes que erraram, mas pelas vezes que conseguiram. E você também será.

E quando erramos como marca?

Mulher trabalhando em uma mesa

Pessoas erram, e isso é normal. Mas o que acontece quando uma empresa erra?

O desafio de ser uma marca centrada na humanização é ter as falhas humanas. Mesmo com todos as otimizações e estudos, a nossa avaliação final é feita invariavelmente por uma pessoa: a(o) cliente.

E quando esse feedback é negativo temos que repensar nossos modelos, o erro é uma oportunidade de refletir como podemos melhorar.

Customer Wellness.

Esse processo parece complexo, mas é mais simples do que parece e se resolve com uma...conversa! Encorajamos a cultura do review entre as(os) nossas(os) clientes.

E quando esse retorno é negativo temos um time extremamente dedicado de Customer Wellness que, como o próprio nome diz, cuida do bem-estar do consumidor, preparado para as conversas mais sinceras possíveis. Assumimos nossas falhas e, o mais importante, ouvimos o que a pessoa do outro lado está sentindo para - aí sim - oferecer a melhor solução.

E, como costumamos dizer, nossa inteligência é artificial, mas nós somos humanos e podemos errar - por que não? Quando o erro impacta no resultado da fórmula, entra em campo nosso time de especialistas, que fazem os ajustes necessários para um novo envio.

Clientes também erram!

E quando é o cliente que "erra", por exemplo, no preenchimento do formulário?
Seguimos o mesmo processo: ouvimos, entendemos e orientamos - além de identificar como podemos ajudá-lo a não ser prejudicado em sua experiência. A essência é uma só: entender.

A cultura do erro.

O mais importante não é como não falhamos, mas como nos comportamos diante dessa falha.

Startup brasileira cria shampoo personalizado por inteligência artificial

Startup brasileira cria shampoo personalizado por inteligência artificial

1comment

Juliana

Adorei!
———
JustForYou replied:
Obrigada! 😍

———
JustForYou replied:
Obrigada! 😍

>

Juliana 05/10/2021

Comentários

Os comentários são moderados

Empty content. Please select article to preview

Personalize seu Tratamento