index

Faça o Teste e
Descubra o Kit Ideal
para Você

Impacto ambiental: como você pode ajudar em sua diminuição?

Impacto ambiental: como você pode ajudar em sua diminuição?

O impacto ambiental é um assunto que todo mundo já ouviu falar repetidas vezes. Mas e se alguém te perguntasse o que ele é? Você saberia responder? Esse tema se tornou tão rotineiro nos noticiários que acaba passando despercebido muitas vezes e não ganha a devida importância.

Hoje, queremos conversar sobre este tópico, e talvez você esteja se perguntando: mas o que a JustForYou tem a ver com isso? A gente te diz: TUDO! Assim como você e todos os outros seres que aqui habitam.

Tá confusa(o)? Calma, vamos entender juntas(os).

O que é o impacto ambiental? 

O impacto ambiental, segundo a Resolução 001/86 do CONAMA, pode ser definido como qualquer alteração das propriedades físicas, químicas e biológicas do meio ambiente, causada por qualquer atividade humana que, direta ou indiretamente, afeta a saúde, a segurança e o bem-estar da população.

É importante ressaltar que esse termo se refere exclusivamente aos efeitos da ação humana sobre o meio ambiente. Assim, fenômenos naturais, como tempestades, enchentes e terremotos não podem ser caracterizados como impacto ambiental.

Mas então esses impactos são só coisas ruins? Não! Os impactos ambientais podem ser divididos em vários tipos. O reflorestamento, por exemplo, é um impacto positivo bem bacana!

Seria incrível se pudéssemos dizer que causamos mais efeitos positivos do que negativos ao ambiente, né? Mas infelizmente não é assim que acontece… 

O papel das empresas no impacto ambiental

É claro que as empresas têm uma parcela de responsabilidade no impacto ambiental. Afinal, assim como todos nós - as indústrias em especial - acabam poluindo muito o meio ambiente.

Vamos entender o que acontece?

Poluição do ar 

Você com certeza já ouviu falar sobre os gases lançados na atmosfera pelas indústrias, não é? Esses gases tóxicos, além de piorarem a qualidade do ar que respiramos, são os responsáveis por várias doenças respiratórias que possuímos, como a sinusite, a rinite e a bronquite.

A poluição causada pelas indústrias pode ser dividida em dois tipos de poluentes: primários e secundários. O primeiro é emitido diretamente de uma fonte de poluição, como os gases de sistemas de aquecimento industrial (fornos, caldeiras, aquecedores, geradores, etc.). Enquanto o segundo é aquele que sofre reação química pela atmosfera e é formado a partir da interação do meio ambiente com o poluente primário, como o dióxido de carbono, o ozônio, o monóxido de carbono e outros que provocam muitos efeitos adversos à saúde humana, flora e fauna.

A falta de controle da combustão e emissão de poluentes por equipamentos de aquecimento industriais são as grandes causas dessa poluição atmosférica, pois são fontes intermináveis de gases tóxicos que são jogados em milhões de toneladas em nosso meio ambiente. Imagina só o impacto ambiental que isso pode causar!

Contaminação da água 

Grandes indústrias despejam resíduos tóxicos em rios. Isso, além de causar um grande impacto ambiental e tornar a água imprópria para consumo, ainda traz sérios riscos à saúde da população que vive próxima a esses rios.

Essas contaminações podem levar anos para serem sentidas. Elas causam grandes danos para a vida aquática dos rios e lagos, além de prejudicar animais que interagem com o ecossistema, como as aves que se alimentam de peixes.

Os seres humanos também são prejudicados quando há o contato com água contaminada por produtos químicos, pois isso pode causar o desenvolvimento de algumas doenças e problemas muito graves de saúde.

Porém, um dos principais problemas com a contaminação das águas é sua dificuldade de reverter o processo, pois é algo muito caro e, na maioria das vezes, demorado. Afinal, o poluente é levado por todo o curso da água, contaminando também suas margens. Além de se depositar no fundo dos rios, o que acaba dificultando ainda mais sua remoção.

Aquecimento global 

Mais um item da lista de coisas que sempre ouvimos falar, mas não damos a devida importância. 

As indústrias representam 7% das emissões de Gases do Efeito Estufa (GEE) no Brasil e, de acordo com dados lançados pelo SEEG, nosso país emitiu mais de 2 bilhões de toneladas dos GEE em 2019.

Sua contribuição para o efeito estufa causado por essas indústrias tem um impacto ambiental determinante para a temperatura global como um todo. Afinal, suas consequências são um calor cada vez mais intenso, mudanças climáticas e chuva ácida.

Resíduos sólidos

A má gestão de resíduos sólidos pelas empresas causa um grande impacto ambiental, tanto para a população, quanto para o ecossistema. Esses resíduos, quando mal geridos, acabam causando poluição da cidade, além de contaminação do solo e dos lençóis freáticos.

É importante lembrar que, para as empresas que fazem uma gestão inadequada de seus resíduos, há o risco de sofrerem penalidades, como multas ou paralisação de suas produções. Por conta disso, foi criada a Lei nº 12.305/2010 que estabelece a Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS), dando ênfase às responsabilidades das empresas pela gestão correta de seus resíduos.

Como posso ajudar?

Apesar das empresas terem grande participação no impacto ambiental, nós, como consumidores e moradores do planeta Terra, também temos nossa responsabilidade.

A população está em constante crescimento, e junto com ela, a quantidade de resíduos produzidos. Um dos maiores problemas ambientais em nossa sociedade é o lixo, pois, além da produção desnecessária que nós causamos, muitas vezes eles não são destinados da maneira correta.

A boa notícia é que nós podemos ajudar a diminuir esses impactos - e muito: que tal buscar informações sobre a origem e os processos dos produtos que consome ou então diminuir a produção desses resíduos? Ou entender como reutilizá-los ou dar a eles a destinação correta?

Calma, não precisa pensar em algo radical! Vamos começar aos poucos.

Mais papel? 

Você sabia que a fabricação de papel é um dos processos mais poluentes que existem? Isso mesmo… Ao produzir uma tonelada de papel, mais de 1.5 toneladas de CO2 são emitidas no meio ambiente. Além disso, com o crescimento do uso do papel nos últimos anos, o nível de desmatamento em massa de árvores também aumentou.

Ok… Nós entendemos que muitas vezes precisamos realizar algumas impressões de documentos e que isso costuma utilizar uma boa quantidade de papel. Mas que tal evitar quando possível?

O armazenamento em nuvem pode ser uma excelente opção nesses momentos. Assim, ao usar menos papel, você estará ajudando a reduzir os impactos ambientais que a sua produção causa.

E se você gostar de inventar moda: que tal apostar em uma reciclagem de papel caseira? 

Sacolinha de plástico é passado

Elas são as principais causadoras dos entupimentos das passagens de água nos bueiros e córregos, o que contribui muito para a retenção de lixo e inundações em períodos com bastante chuva.

As sacolinhas de plástico também são responsáveis pela poluição de mares e rios, se tornando muito perigosas para os animais que vivem ali. Afinal, estima-se que cerca de 100 mil pássaros e animais marinhos morram por ano, por ingerirem sacolas plásticas.

Por isso, temos uma ideia: que tal substituir a sacola de plástico por uma ecobag? Assim, você gera menos lixo e ainda diminui o seu impacto ambiental.

Beba água, mas não polua

Quando você sai de casa, costuma levar uma garrafinha de água com você ou compra na rua?

O consumo de garrafas PET também tem um grande impacto ambiental. Afinal, devido ao seu descarte incorreto, elas acabam chegando aos oceanos, mares e rios, onde levam cerca de 400 anos no processo de degradação, o que contribui, inclusive, para a perda de biodiversidade do local.

Além disso, essas garrafas acabam se transformando em microplásticos, ou seja, pequenas partículas plásticas que são muito poluentes e tóxicas. Quando se transformam nesses microplásticos, as garrasfas PET acabam sendo responsáveis pela morte de milhares de animais marinhos ao redor do mundo, pois eles acabam confundindo essas partículas com seus alimentos.

E tem mais… Além de diminuir o uso de garrafas PET, você também pode evitar o uso de canudos e substituir copos plásticos por canecas ou copos portáteis e dobráveis. Quanto menos plástico, melhor!

Com essas boas práticas, você conseguirá diminuir, significativamente, o impacto ambiental que esse material tem e, ao começar a levar a sua garrafinha, além de diminuir o lixo, irá beber ainda mais água. Vale a pena tentar, não acha? 

Reutilizar

Reutilização de embalagens do shampoo personalizado JustForYou

Por quê não reutilizar as embalagens dos produtos que você consome? Aqui, na JustForYou, nós já reutilizamos nossos frascos de shampoo e condicionador como lindos vasos para flores e a nossa caixinha como um porta brincos.

A reutilização de embalagens plásticas, além de aumentar a vida útil dos materiais é uma forma muito importante de diminuir o seu impacto ambiental. Afinal, com o aumento do consumo pela população, milhares de embalagens acabam sendo descartadas diariamente e, caso não sejam recicladas e/ou reutilizadas adequadamente, vão parar em aterros sanitários.

Porém, com novos hábitos e pequenas mudanças em nossa rotina podemos mudar esse cenário. Por exemplo: que tal usar um pote de plástico, como os de sorvete, para armazenar alimentos ou congelar frutas?

Na reutilização de embalagens, vale a pena soltar a imaginação e criar! E se fosse você? Como reutilizaria nossa embalagens? 

Como comprar? 

Ser consciente na hora de comprar um produto é muito importante. Pense quais especificações e funcionalidades você realmente precisa em um produto para atender suas necessidades, mas evite ser atraída(o) por características que não são úteis ao uso que você fará do que comprou.

É muito importante levar em consideração alguns critérios além do seu preço, como a qualidade, durabilidade e segurança do produto. Prefira sempre produtos mais duráveis, que serão úteis por mais tempo e que permitirão levar mais tempo para que uma nova compra seja necessária.

Assim, antes de reutilizar, busque sempre pensar em suas opções de compra. Afinal, hoje em dia, já existem alguns produtos com embalagens 100% recicláveis, e outros com embalagens feitas de plástico já reciclado, como os nossos frascos feitos de PET PCR - um plástico reprocessado após ser utilizado. Você sabia?

Depois disso, você pode escolher se diminuirá seu impacto ambiental reutilizando embalagens, ou lavando e descartando-as corretamente para a reciclagem.

E o que fazer?

Para diminuir o impacto ambiental, você pode iniciar com as dicas simples que sugerimos logo acima. Assim, enquanto consumidor, é legal que procure comprar de empresas que possuem responsabilidade ambiental e praticam ações para diminuir o impacto ambiental negativo que causam.

Aliás… Falamos um pouquinho disso em nosso post sobre o autocuidado consciente. Que tal dar uma olhadinha e ficar ainda mais por dentro do assunto?

×
chatsimple