index

Faça o Teste e
Descubra o Kit Ideal
para Você

Pontas duplas: hidratação e umectação para mandá-las embora!

Pontas duplas: hidratação e umectação para mandá-las embora!

Sim, chegou a hora de falar sobre elas: as temidas pontas duplas! Até parece mágica: tudo parecia bem com os fios e de repente lá estão elas: essas pontinhas chatas que se abrem e começam a dar aquele aspecto de palha no cabelo.

Resultado do acúmulo de danos capilares, elas não aparecem do nada. Mas não se preocupe, se você está passando por isso e não quer cortar os fios para resolver o problema, temos uma boa notícia. Neste conteúdo, vamos mostrar alguns tratamentos e cuidados diários para acabar com as pontas duplas e também para prevenir o aparecimento delas. Vamos lá?

O que são pontas duplas?

Apesar de ser um problema comum, muita gente não sabe muito bem o que são as pontas duplas.

Pois bem: elas são o resultado do desgaste da fibra capilar, causado por procedimentos químicos e agressores externos como sol, vento e poluição. Tudo isso danifica a cutícula do fio, que é a parte mais externa, que protege a fibra capilar.

Por isso, quando não tomamos os cuidados necessários com o cabelo, as cutículas dos fios se abrem e deixam a fibra capilar mais suscetível à perda de água e lipídios. Com esta perda, o fio fica danificado, e como as pontas são a parte mais antiga e sensível do cabelo, elas acabam se abrindo em duas, três ou até mais partes.

Tipos de pontas duplas

Infográfico com tipos de pontas duplas

Como dissemos anteriormente, as pontas dos fios podem abrir de diferentes formas, originando diferentes tipos de danos. Olha só os principais:

  • Ponta dupla jovem: uma outra ponta bem pequena começa a se descolar da ponta do fio principal;
  • Ponta dupla em Y: o fio se parte em duas pontas iguais;
  • Ponta dupla afunilada: o fio de cabelo não se parte, mas começa a ficar bem fino e ralo na direção das pontas;
  • Ponta dupla incompleta: o fio acaba se dividindo ao meio apenas no comprimento, mas a ponta continua unida;
  • Ponta dupla em árvore: pontas vão se abrindo a partir de outras pontas de um mesmo fio, como se fossem galhos de uma árvore;
  • Ponta dupla em pena: a ponta do fio de parte em muitas outras pontinhas, lembrando uma pena.

Já deu para perceber que independente do tipo de ponta dupla, todas elas são incômodas e deixam o cabelo com um visual ressecado e de palha né?

O que causa as pontas duplas no cabelo?

Embora as pontas duplas pareçam surgir do nada, não é bem assim que acontece. Como dissemos no início deste conteúdo, as pontas duplas são resultado do acúmulo de danos, seja por fatores externos, por químicas que fazemos nos fios ou por maus hábitos no cuidado diários. Pois é, as possíveis causas são muitas!

Por isso, a seguir, vamos falar sobre as principais causas relacionadas ao aparecimento de pontas duplas.

Química Capilar

Os procedimentos com química capilar - como alisamentos e colorações - atingem diretamente a estrutura dos nossos fios e abrem as fibras do cabelo. Dessa forma perdemos água, nutrientes e a oleosidade necessária para manter nossos fios saudáveis. 

O resultado? Fios fragilizados e pontas duplas.

Modeladores térmicos

Secador, chapinha e babyliss: eles aparecem em todos os nossos posts - e cá estamos novamente. Não é perseguição, é que o calor excessivo que esse aparelhos causam realmente impacta negativamente os nossos fios, tirando toda a umidade. Dessa forma eles ficam ressecados, quebradiços e... claro: as pontas duplas aparecem!

Fatores ambientais

Bom… estes são aqueles fatores que a gente não tem muito controle e que danificam os fios. São exemplos a exposição aos raios UVA e UVB, à poluição, vento, ar-condicionado, água do mar, cloro da piscina

Falta de tratamentos de hidratação, nutrição e reconstrução

Mesmo que você não tinja ou faça química no cabelo, ainda assim, seus fios ainda estão sofrendo os danos causados pelos fatores externos mencionados acima.

Por isso, tanto cabelos naturais como os tratados quimicamente precisam de tratamentos capazes de repor a água, lipídios e proteínas perdidos diariamente, como a hidratação, nutrição e umectação capilar.

Quando você não tem essa rotina de hair care, seus cabelos podem ficar gradualmente fragilizados, facilitando o aparecimento das pontas duplas.

Dieta desequilibrada

A beleza também acontece de dentro para fora.

Por isso, uma alimentação pobre em nutrientes e vitaminas e beber pouca água são ações que podem fragilizar os fios, causando diferentes problemas, como queda, ressecamento e claro… pontas duplas!

Como acabar com as pontas duplas do cabelo?

Umectação para evitar pontas duplas

Certo, vamos ao que interessa… Como podemos acabar com as pontas duplas?

Muitas pessoas acreditam que a única solução para mandar essas pontinhas malcriadas embora seja o corte, e de fato, é o jeito mais simples. Cortar, nem que seja as pontinhas de 3 em 3 meses é inclusive uma boa prática para manter os fios saudáveis.

Mas calma aí! Sabemos que nem todo mundo quer passar pela tesoura, principalmente se você está deixando o cabelo crescer. Existem várias formas de recuperar a saúde dos seus fios, mas vamos falar de dois tratamentos super importantes e que fazem parte do cronograma capilar.

Hidratação

A hidratação capilar é um cuidado básico que deve ser feito para todos os tipos de cabelo. É ela quem devolve a água e nutrientes perdidos diariamente pelos fios.

O tratamento é super simples e pode ser feito em casa sem segredo: basta escolher a máscara hidratante perfeita para o seu cabelo e seguir as instruções de uso do fabricante. Geralmente, aplica-se a máscara nos fios lavados e úmidos, deixa-se o produto agir pelo tempo indicado e depois é só enxaguar.

A dica aqui é escolher uma máscara que tenha ingredientes bem emolientes e hidratantes, que penetrem nos fios com facilidade. Também é legal priorizar composições com óleos e ingredientes naturais e que sejam livres de químicos agressivos, como os parabenos e os silicones.

Outra dica importante é a frequência. Hidratações devem ser feitas regularmente, geralmente uma vez por semana. Mas não é uma regra, vale testar e sentir a necessidade do seu cabelo.

Se você tem dúvidas de como fazer o tratamento, temos um conteúdo bem legal que conta 10 dicas para potencializar a sua hidratação.

Umectação com óleos vegetais

Se você já acompanha nosso blog sabe o quanto somos fãs da umectação capilar, e não é à toa! Ela é feita com óleos vegetais naturais que recuperam os nutrientes e saúde que os procedimentos que já citamos roubaram. 

Se você tem fios cacheados ou crespos - que geralmente são mais ressecados - provavelmente já está familiarizada(o) a esse procedimento, mas ele traz benefícios a todos os tipos de curvatura.  

Vamos aprender a como fazer juntas(os)? Fica tranquila(o), que é bem simples! 

Basta escolher um óleo vegetal - nós amamos o óleo de abacate, mas fica ao seu critério escolher o que considera melhor para o seu cabelo. Temos um conteúdo com os melhores óleos para umectação capilar e você pode ver outras opções por lá. Depois, é só seguir esse passo a passo:

  1. Separe o cabelo em partes iguais(ele pode estar sujo mesmo);
  2. Aplique o óleo da raiz até as pontas;
  3. Deixe agir por duas horas;
  4. Lave com shampoo até retirar totalmente o óleo;
  5. Hidrate com condicionador e finalize como de costume. 

A umectação, em geral, pode ser feita uma vez por semana e o tempo mínimo para que o óleo aja é de duas horas, mas no caso de fios ressecados e pontas duplas pode ser necessário uma umectação noturna, em que você dorme com o óleo no cabelo e só lava pela manhã. Fácil, fácil, não é?

Como evitar as pontas duplas?

Conseguiu recuperar os fios e quer passar bem longe das pontas duplas? Então que tal adotar uns bons hábitos e cuidados capilares para prevenir este problema? Olha só algumas dicas.

Lave o cabelo corretamente

Lavar o cabelo é o mais básico dos cuidados capilares, mas sabia que alguns errinhos bobos durante a lavagem podem prejudicar os seus fios?

Um deles é lavar o cabelo com água quente. A temperatura alta retira toda a proteção do fio, deixando-o mais ressecado e vulnerável ao aparecimento de pontas duplas. Lavar o cabelo com shampoos com sulfato também. A espuma gerada por esta substância retira toda a oleosidade natural do fio, deixando-o fragilizado.

Preparamos um guia mostrando como lavar o cabelo do jeito certo.

Mantenha o cronograma capilar em dia

Já dissemos que a falta de tratamentos de hidratação, nutrição e reconstrução capilar é uma das causas das pontas duplas.

Então, é importante estar atenta(o) à necessidade destes cuidados para manter o cabelo sempre saudável. Se necessário, monte um cronograma capilar para manter o hair care sempre em dia.

Invista nos finalizadores

Os finalizadores são um grande aliado na proteção dos fios contra o sol, poluição e calor excessivo de ferramentas térmicas. Ao proteger os fios, eles evitam que o cabelo perca água e nutrientes, fique fragilizado e com pontas duplas.

Portanto, sempre passe um finalizador após a lavagem e invista em produtos que apresentem proteção solar e térmica eficientes.

Respeite os intervalos entre procedimentos químicos

O excesso de químicas pode tornar o cabelo ressecado e quebradiço, o que facilita o aparecimento de pontas duplas.

Por isso, é importante respeitar os intervalos entre químicas e neste tempo foque em tratamentos de hidratação e nutrição para recuperar a saúde dos fios.

Adote um cuidado mais natural

Já ficou claro que as pontas duplas aparecem quando os fios estão danificados. Por isso, vale evitar o uso de quaisquer produtos que tenham químicos agressivos em sua composição e que podem piorar o quadro.

É o caso do shampoo com sulfato que citamos acima e os silicones, que “maquiam” de início, mas a longo prazo, deixam o cabelo fraco, ressecado e até mesmo propício a queda.

Independente do produto que escolherá, procure sempre os que tem ingredientes naturais para que os danos não aumentem a longo prazo. Cuide das pontas duplas por beleza, mas não se esqueça da saúde dos fios também, combinado?

 

×
chatsimple